Entenda a importância e como promover treinamento de integração de terceiros na empresa

treinamento de integração

O treinamento de integração de terceiros é considerado tão importante quanto um processo de recrutamento e seleção. Esse treinamento visa adaptar o novo colaborador à empresa contratante, facilitando seu processo de integração na empresa em que ele irá iniciar a prestação de serviços.

O processo de integração do novo colaborador com a cultura da empresa e com as atividades que irá desempenhar é crucial. Se nesta fase ele for mal recebido ou mal orientado, poderá resultar em impactos negativos para a empresa. Portanto, o colaborador, mesmo que seja terceirizado, precisa ser acolhido da melhor forma possível.

Sendo assim, as organizações precisam entender como esse processo é importante, pois é necessário estabelecer uma conexão com os colaboradores que transmita a visão, os valores e a cultura da empresa.

Neste artigo, abordaremos a importância do treinamento de integração dos colaboradores terceirizados, os benefícios bem como dicas de como a empresa pode promover uma integração bem-sucedida.

 

 

O que é um treinamento de integração?

 

O treinamento de integração é um procedimento que visa preparar um novo contratado para ingressar na empresa. Transmitindo os valores, a visão e a missão da empresa, para que possa entender suas novas responsabilidades e familiarizar-se com a cultura da organização.

Também chamado de onboarding, esse programa de treinamento é projetado para ajudar os colaboradores a aprender diferentes conjuntos de habilidades para executar suas tarefas diárias com eficiência, melhorar o desempenho geral e evitar violações de leis e regulamentos.

Além disso, esse processo é um dos mais importantes para uma contratação, pois é a partir dele que o colaborador estará alinhado com a cultura organizacional e será capaz de entender as principais normas de segurança e políticas internas.

 

 

A importância do treinamento de integração de terceiros

 

O treinamento de integração de terceiros na empresa é uma das chaves para o sucesso de uma boa prestação de serviço. Para que o novo colaborador terceirizado consiga desenvolver um bom trabalho, é importante que ele tenha essa integração inicial para se adaptar ao local de trabalho e à equipe interna.

Afinal, quando uma empresa decide investir em treinamento de integração, está apostando em si mesma. Sendo assim, é indispensável transmitir todas as normas e políticas internas, isso evitará muitos problemas para a contratante. O resultado desse investimento, na maioria das vezes, é a formação de profissionais mais preparados e comprometidos.

Além disso, essa estratégia de integração não só mantém os colaboradores mais eficientes e produtivos, como também pode aumentar a reputação da organização. Pois empresas que se preocupam com a integração de terceiros, certamente terão maior valor agregado ao negócio e se beneficiarão com a boa imagem.

Agora que você entende a importância do treinamento de integração de terceiros nas empresas, que tal conhecer os principais benefícios?

 

 

Benefícios de um treinamento de integração bem-sucedido

 

Aumento da produtividade

 

Quanto melhor e mais eficaz for a integração, mais cedo um novo colaborador começará a apresentar resultados. Um forte processo de integração também ajuda os novos contratados a entender a cultura da empresa e os valores.

Portanto, o treinamento de integração é uma forma prática de acelerar a produtividade de seus colaboradores e, consequentemente, os resultados da empresa.

Além disso, a integração bem-sucedida pode ajudar os colaboradores terceirizados a se sentirem mais conectados à sua organização, podendo acelerar a produtividade, diminuindo o tempo de proficiência e melhorando o engajamento.

Sendo assim, o efeito de um bom programa de integração é enorme; colaboradores engajados vão além em seu trabalho, levando a coisas como maior produtividade, lucratividade e menos ausências.

 

Melhora na cultura organizacional

 

A integração está intimamente relacionada ao nível de envolvimento do seu novo contratado. Todo mundo quer se sentir bem com seu trabalho e ser valorizado por isso.

Investir nisso desde o início mostra que você está comprometido com eles. Por sua vez, é mais provável que eles retribuam esse compromisso e sintam uma conexão com sua empresa e seus objetivos, e consequentemente, melhore a cultura organizacional.

Por outro lado, muitos problemas internos na relação entre gestão e colaboradores se devem ao fato de a empresa exigir o que nunca expôs como fundamental. Na prática, as empresas podem evitar muitos desses problemas mesmo nos treinamentos de integração, deixando claro quais atitudes e comportamentos esperam dos novos profissionais.

A organização pode, por exemplo, falar sobre questões gerais como horários, dresscode, código de conduta e até mesmo sobre pontos mais específicos como forma de cumprimento e participação em atividades coletivas.

 

Maior engajamento no local de trabalho

 

A força do treinamento de integração está positivamente relacionada aos níveis de satisfação no trabalho dos novos contratados.

Alguns fatores que contribuem para a satisfação no trabalho incluem engajamento, conexão social e clareza em torno de seu papel. Um forte treinamento de integração fornecerá esses elementos.

Mas, para envolver os novos colaboradores, as organizações devem fazer o necessário e abrir um caminho para eles onde possam prosperar. Investir em programas de treinamento de integração é um desses aspectos.

 

 

Como promover um treinamento de integração de terceiros?

 

Antes de entender os passos para estruturar um treinamento de integração de terceiros, é importante ter em mente que a empresa não deverá desenvolver uma integração qualquer.

Mas sim estruturar um processo de treinamento que será repetido toda vez que um novo colaborador ingressar na empresa. O mesmo deve acontecer com os colaboradores terceirizados.

Conheça agora mesmo os 8 passos e prepare-se para promover um treinamento de integração de terceiros bem-sucedido na sua empresa!

 

1. Elabore materiais de qualidade para o treinamento de integração

 

Todo treinamento de integração tem uma quantidade considerável de explicação expositiva, mas nada impede que essa introdução seja mais interativa.

Além da apresentação multimídia com informações que complementam e auxiliam na explicação, é possível criar atividades dinâmicas e interativas que permitem a compreensão na prática dos valores, práticas e possibilidades da empresa. O material que dará suporte ao treinamento não precisa ser apenas uma folha cheia de listas intermináveis.

Também é altamente recomendável a criação de um manual do colaborador, que serve tanto como suporte para o treinamento de integração quanto para referência posterior – mas nunca substituindo o próprio treinamento.

 

2. Crie um manual para o treinamento de integração

 

A lista de conteúdos a serem abordados varia de empresa para empresa, mas os itens abaixo devem ser apresentados ao colaborador já no treinamento de integração:

 

  • Apresentar a missão, visão e valores da sua empresa;
  • Explicar a cultura, história e filosofia da empresa;
  • Apresentar o organograma da empresa, departamentos, relações hierárquicas e fluxogramas de processos;
  • Explicar os papéis e atribuições dos líderes e colegas de trabalho;
  • Esclarecer quais são as funções da área de Recursos Humanos e quais são as atribuições do líder direto da área;
  • Apresentar itens internos como dresscode, respeito aos horários, uso de celular e internet e intervalos;
  • Apresentar os benefícios coletivos.

 

3. Apresente a empresa

 

Faça uma breve apresentação contando como a empresa foi criada, quem foram os fundadores, quais são os serviços oferecidos, quais são os locais de atuação, filiais, etc.

Enfim, tudo o que for considerado relevante para a organização precisa ser passado com o máximo de clareza e objetividade, logo no começo do treinamento.

Também parte dessa etapa levar o colaborador em um tour pela empresa, mostrando a localização dos departamentos e setores mais importantes, bem como onde será o seu local de trabalho.

 

4. Fale sobre a política de segurança da empresa

 

Mostre que a empresa se preocupa com o bem-estar dos colaboradores terceirizados prezando pela segurança do trabalho, sendo essa uma obrigação de todos.

A NR-18 diz que “todos os funcionários devem receber treinamento prévio e periódico, a fim de garantir a execução segura de suas atividades”.

Nesse sentido, para atender aos diversos requisitos legais, o treinamento de integração acaba sendo, na verdade, um treinamento de admissão.

Além disso, a NR-9 do Ministério do Trabalho também fala sobre a obrigatoriedade de o empregador informar os trabalhadores sobre os riscos que podem ter origem no ambiente de trabalho. Não deixe isso passar despercebido.

 

5. Fale sobre Saúde e Segurança no Trabalho

 

Apresente a Saúde e Segurança no Trabalho como uma área que tem como objetivo promover a proteção do trabalhador, visando a redução de acidentes de trabalho e doenças ocupacionais. Mostre do que se trata um acidente de trabalho e como ele pode ocorrer.

Além disso, essa etapa pode ser elaborada mostrando informações gerais sobre os riscos no ambiente no ambiente de trabalho e os riscos que a função pode oferecer.

 

6. Apresente a importância dos EPI’s e EPC’s

 

Para ambientes de trabalho que possuem algum grau de risco para o trabalhador, é indispensável falar sobre a importância da redução de acidentes no local de trabalho através dos equipamentos de proteção.

Por isso, mostre a função dos EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) e EPC’s (Equipamentos de Proteção Coletiva) e apresente a maneira correta de usar. Destaque também a importância e as consequências de não utilizá-los.

 

7. Crie uma cultura organizacional acolhedora

 

Todo o esforço pode ser desperdiçado se não houver uma cultura acolhedora. Os colaboradores internos devem estar preparados para receber novos colaboradores.

Imagine a situação constrangedora se o terceirizado for recebido em sua empresa por pessoas que começam a reclamar do ar condicionado, do excesso de trabalho ou até mesmo do chefe. Em 15 minutos isso irá arruinar a impressão que irá passar.

Essa cultura organizacional não é nada acolhedora. Portanto, mantenha o bom ambiente de trabalho para todos os colaboradores. Dessa forma, você incentiva o bom comportamento dentro da organização e mantém uma atmosfera agradável.

 

8. Mantenha os conteúdos sempre atualizados

 

Não basta somente dar uma palestra e passar uma infinita lista de normas para os seus novos colaboradores. É importante também manter os materiais e conteúdos que foram passados sempre atualizados. Principalmente novas normas de segurança e saúde.

 

Treinamento de integração de terceiros por ensino à distância (EAD)

 

O treinamento de integração costuma ser conhecido como um processo demorado, sonolento e tedioso. No entanto, esse processo pode ganhar uma nova vida com treinamento de integração EAD. Através desse método, é possível desenvolver um percurso de aprendizagem muito mais escalável e empoderador.

Diferentemente do treinamento convencional, com a presença de um palestrante e precisa reunir todos os colaboradores em um local e horário específicos, o treinamento de integração EAD garante mais fluidez ao processo de desenvolvimento profissional.

No modelo de ensino à distância, alunos e professores podem interagir entre si por meio de um ambiente virtual de aprendizagem que simula um ambiente escolar. Esse ambiente conta com espaços de interação, espaços para download de materiais, participação em aulas e atividades avaliativas.

Além disso, na metodologia EAD, há redução drástica nos custos. Primeiro, porque um único mentor pode gravar conteúdos que impactarão centenas de colaboradores ao longo do tempo. E em segundo lugar, porque não há necessidade de mover fisicamente sua equipe.

Agora que você entendeu a importância de aplicar o procedimento EAD nos processos de treinamento de integração da sua empresa, é hora de conhecer a melhor solução para integração de terceiros.

 

treinamento de integração e EAD

 

Precisando de ajuda com seus treinamentos de integração de terceiros?

 

Um processo de integração de terceiros envolve muito mais do que apenas imprimir papelada e criar uma apresentação de PowerPoint com as normas da empresa. É além de tudo, transmitir conhecimento e o suporte de que os colaboradores precisam para se tornarem membros produtivos da equipe.

E como você viu, há muitos benefícios de fazer integração de terceiros de forma mais estratégica. Desde aumento na produtividade, maior engajamento ou até mesmo melhora na reputação da empresa. Com o tempo, você certamente verá mais benefícios de integrar colaboradores terceirizados da maneira certa.

Mas, se você está à procura de um software completo para gerenciar terceiros que além de auxiliar na integração de colaboradores terceirizados, irá possibilitar a avaliação, homologação de fornecedores e consequentemente, mitigar riscos, conheça a Wehandle!

Na Wehandle, oferecemos a possibilidade de treinamento de integração de terceiros por meio de uma plataforma EAD, que proporciona muitos benefícios, tanto para a empresa quanto para o colaborador. Isso torna o processo de integração mais rápido.

Além disso, você conta com um sistema de avaliação de aprendizado, para ajudar sua organização a gerenciar, administrar e acompanhar a integração de seus terceiros de maneira segura e eficaz.

Preencha agora mesmo o nosso formulário logo abaixo e um de nossos especialistas irá entrar em contato com você para falar sobre as nossas soluções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Materiais Gratuítos

Confira nossos materiais gratuitos disponíveis para te ajudar na gestão de terceiros.

Newsletter

Assine a nossa newsletter e receba nossos conteúdos exclusivos em seu e-mail

Quer se tornar um especialista.

Cadastre-se e receba todos os nossos conteúdos por e-mail